Noticias de la industria
Water Technologies


TECNOLOGIA MBBR: SOLUÇÃO MODULAR, COMPACTA E EFICAZ NO TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

As águas residuais produzidas em empresas do setor farmacêutico apresentam alta variabilidade em suas características, tanto na concentração quanto nos tipos de compostos presentes. Dependendo das autoridades competentes, da pressão social e da natureza do ambiente receptor, os limites de descarga a serem cumpridos diferem de caso a caso. Como consequência, a complexidade das águas a serem tratadas e as diferentes condições ambientais e sociais tornam necessária uma solução de tratamento personalizada para cada um dos casos específicos. A tecnologia de biomassa aderida a suporte móvel fornece processos de tratamento muito atraentes para a indústria farmacêutica, permitindo designs excelentes para atender às necessidades específicas desses tipos de indústrias. Águas residuais farmacêuticas

A principal característica desse tipo de água é a sua diversidade. Em geral, possuem altas concentrações de compostos orgânicos, sendo parte deles facilmente biodegradável. A produção dentro do setor é geralmente periódica e a variabilidade no fluxo e na composição da água varia muito ao longo do tempo.

Assim, é comum haver grande variabilidade de horário durante o dia, por exemplo, com a produção de água durante o dia e quase zero durante a noite. Além disso, em muitos casos, a produção das empresas muda de acordo com o período do ano.

Outro aspecto importante a considerar ao projetar tratamentos eficazes de purificação é que a presença de compostos tóxicos e persistentes é geralmente comum nesse tipo de água. Além disso, as águas contêm compostos facilmente biodegradáveis e substâncias orgânicas mais resistentes e, portanto, os tratamentos biológicos necessários geralmente são de baixa carga e geralmente incluem várias fases.

 

Tecnologia Anoxkaldnes™ MBBR

A tecnologia AnoxKaldnes™ MBBR é baseada no crescimento de biomassa em forma de biofilme, em suportes plásticos que estão em movimento contínuo no reator biológico. Esses suportes são de tamanho pequeno, mas possuem uma área superficial específica alta por unidade de volume, o que possibilita o crescimento de mais biomassa e eficácia do que os flocos biológicos dos reatores convencionais.

O resultado dessas peculiaridades é que o processo de biofilme AnoxKaldnes™ MBBR pode ser implementado em estações de tratamento de esgoto que precisam aumentar a capacidade e/ou qualidade da água purificada e são incapazes de expandir a superfície existente.

 

É também uma solução ideal para novas estações de tratamento de construção com espaço limitado para implantação. A tecnologia AnoxKaldnes™ MBBR ou leito móvel tem vantagens significativas sobre os processos biológicos convencionais. Em primeiro lugar, o volume de reator biológico necessário é menor pelo uso de um suporte que fornece uma superfície específica elevada. Em segundo lugar, o processo possui grande flexibilidade, pois, dependendo da porcentagem de suporte plástico utilizado no reator (recomenda-se que não seja maior que 65%), a superfície pode ser modificada e, como consequência disso, modificar a eficiência do processo.

Essa flexibilidade permite projetar os reatores para tratar as águas estimadas no futuro e usar o enchimento apropriado para a carga atual.

Em terceiro lugar, a operação e o controle do tratamento são simples. Por um lado, o processo evita problemas de entupimento e, consequentemente, não requer períodos de limpeza contínuos.

Além disso, não é necessário um controle de purga de lodo, pois o sistema mantém a biomassa no reator até que ele se desprenda do suporte e seja separado na decantação secundária, sendo essa a uma das vantagens perante outros sistemas convencionais de tratamento, como exemplo, lodo ativado

Segue link da respectiva tecnologia https://www.youtube.com/watch?v=2vmhN912qzw

EDIÇÕES VR DO BRASIL
Rua Acuti, 328 - sala 4 – (CEP 04810-160) – Cidade Dutra – São Paulo / SP – Brasil (55-11) 5505-7088 / (55-11) 5103-0423